Posts Tagged: textos

Se você pensa que só vai pagar pelos seus vacilos depois que morrer, mano eu tenho péssimas notícias pra você . A frase de para-choque de caminhão mais certa que já vi na minha vida é: AQUI SE FAZ, AQUI SE PAGA!
Eu tenho 27 anos e não precisei de mais que isso pra receber de volta (com juros beeem alto) boa parte das vezes que fui escrota na minha vida.

  • Você foi aquele jovem que sentava no banco preferencial do busão e fingia estar dormindo quando um idoso ou grávida entrava? Aguarda amigo, sua hora vai chegar.
  • Você foi aquela amiguinho sem noção, que não respeitava a presença do namorado da sua amiga com a desculpa de “sou amigo dela antes de você”? Então, o mundo gira e em breve você vai deixar de “ser” o amiguinho” pra “ter” um amiguinho.
  • Se você foi aquela filha sem consideração, que saía sem dar explicação ou dizer onde estava deixando seus pais preocupados durante a noite. Só questão de tempo pra você passar pela mesma coisa.
  • Você foi aquela ex-nora que vivia enfiada na casa do ex com o argumento, ainda que verdadeiro, de “sou amiga da família”? Aguarde, a vida vai te trazer uma ex sentada no sofá da sala numa tarde de domingo, e aí depois você me conta como se sentiu.
  • Se você foi aquele cara espertão que conseguiu “dá uma volta” no balconista da farmácia quando ele te deu 10,00 a mais de troco. Se prepara porque a vida vai tirar esses 10,00 da sua carteira! E talvez sejam aqueles últimos 10,00 que estavam resistindo ao final de mês.

Esses foram alguns exemplos hipotéticos para que possamos nos lembrar que a vida consegue ser incrivelmente escrota e incrivelmente justa num curto espaço de tempo e com a mesma facilidade. Acredito que eu tenha descoberto a tempo, a importância da empatia e de não fazer com o coleguinha aquela porra que me machuca. Se eu tô conseguindo eu não sei, mas tô tentando. Tem gente que nem isso faz.
Desejo que você tente, e não se esqueça: a vida devolve!

Beijo,

Rai!

A vida devolve!
Saúde & Bem Estar
Sempre tem alguém que: “Noossa, não vi nada demais!”
junho 6, 2017
0
, , ,

Há alguns anos atrás tive a oportunidade de conhecer a Fabiana (nome fictício – sempre quis escrever isso porque acho muito adulto), uma jovem que, além de qualidade e defeitos como qualquer pessoa, tinha sempre um comentário pejorativo a fazer sobre as realizações do outro. Se alguém chegava com um vestido bonito e todos elogiavam, ela comentava que aquele zíper é uma merda e estoura muito fácil!
Uma amiga conseguiu comprar um apê, que bacana! Mas Fabiana lembrou que com o Minha Casa, Minha Vida qualquer um consegue comprar uma casa. Isso não era nada demais!
E quando eu disse para Fabiana que ganhei um par de convites para uma festa bacanérrima, ela contou que a produtora dessa festa era amiga dela, e que eles realmente estavam distribuindo alguns ingressos para “dar uma movimentada” no evento …
Fabiana fez inúmeros comentários desse tipo.
Ao longo da vida eu conheci mais algumas outras Fabianas.
Provavelmente você também conhece uma Fabiana!

Porque estou te contando isso?
Primeiramente para que você saiba que suas realizações são INCRÍVEIS sim, (por mais que alguém te diga o contrário), seja um vestido que encontrou na liquidação ou a aprovação num concurso público.
E também para pedir que você olhe com amor para as pessoas que agem dessa forma, e que inclua elas nas suas orações. Elas precisam.
Não é difícil entender que essas pessoas tiveram um problema de autoestima, que involuntariamente (ou não) as empurram para comentários ou ações que diminuam o outro.
As vezes uma criança que não ouviu muitos elogios, um adolescente que foi muito cobrado nos estudos, enfim …
Tô te convidando pra ver o outro lado. Não tô pedindo pra você abstrair que Fabiana tem atitudes escrotas (continuo achando escroto pra caralho), mas peço que você não guarde a mágoa que transbordou a Fabiana e respingou em você!
Se você ainda achar que Fabiana não merece sua compaixão, FAÇA ISSO POR VOCÊ!

Espero que tenham gostado do texto. Eu amei, mas a Fabiana não vai ver nada demais …
Oremos!